Show Posts

This section allows you to view all posts made by this member. Note that you can only see posts made in areas you currently have access to.


Messages - Ricardo Marcelino

Pages: 1 2 3 [4]
46
Não tive oportunidade, mais uma vez, de treinar devidamente para esta prova e apesar de já ter corrido aqui à muito tempo atrás, não me lembrava de nada da pista. Aliás, só me apercebi quando andava a circular nela, mas sinceramente, só me veio à memória a 1ª metade da pista...

Eram umas 21:15 quando entrei para começar os treinos, portanto não havia expectativas. Uma palavra de agradecimento ao Carlos Rodrigues mais uma vez!

Tentei maximizar o máximo de tempo em pista durante o Qualify, portanto sai logo assim que começou. Deu para 19º!

Uma palavra para o Warm-up. Travei tarde a tentar conquistar lugares na primeira molhada, uma das melhores oportunidades de subir na tabela, e mandei uma mocada no Vitor Costa. Depois mais à frente ainda fui mandar mais uma mas ai acho que acertei mais foi no meu camarada Fernando Silva  :biggrin:

Na corrida já sabia que ia arrancar lento, não tenho embraiagem e é o que é. Muita calma na travagem para a T1 e consegui colar-me nos da frente. Ainda fiz alguns ataques e à volta 2 já ia em 14º. A partir dai senti que estava com um andamento certinho, e sinal disso é que fui ganhando lugares até 10º salvo erro. Atrás vinha um pelotão jeitoso, pelo que mantive a calma e tentei manter-me certinho, mas a sair da T10 para a T11, com os pneus a não apresentarem os mesmos niveis de grip, escorregou-me um bocadinho e sai de trajetoria, perdendo alguns lugares. À volta 14 era 14º. Ainda recuperei novamente para 11º, mas à volta 18, na T16 (última curva), uma confusão entre o Sandro Pinho e o Carlos Miranda atrás de mim, deu em toque na minha traseira e acabei por perder os lugares. Na penultima volta, na recta ainda recuperei para 13º, mas com dificuldades a meter o carro na curva com os pneus já com pouca aderencia, voltei a perdê-lo e a acabar a 0.074 segundos do Nuno Inácio.

Foi uma corrida muito batalhada com o Vitor Costa, Carlos Miranda, Sandro Pinho, Nuno Rodrigues e mais alguns do pelotão que ali andou, e com o Nuno Inácio no fim. Sinto que tive cabeça para capitalizar nos erros nos outros, principalmente nas travagens, e para colocar o carro numa posição mais defensiva. Tivemos alguns contactos, porta com porta, mas penso que foram todos justos. Nota para um fecho não propositado no Francisco e um alargar para cima do Vitor Costa que ia por fora, que não foi por "malandrisse", foi mesmo por falta de frente!

Saio satisfeito e acima de tudo, entretido com esta corrida!

47
Bolas pá!!!

Assim a minha mulher deixa-me!!!

48
titlerFactor 2 / Re: Manual instruções RFactor 2
« on: January 31, 2019, 17: 36 »
Entretanto, após o sucedido comigo na prova de Baku do Formula Series 2019, sugeri compilar-se uma lista de recomendações para os pilotos novatos configurarem os seus volantes/teclados/button boxes, e possivelmente evitarem alguns problemas que possam surgir. Posso já colocar algumas que aprendi nesta curta experiência no rFactor 2:
  • Reset FFB (Force Feedback) - Para evitar as situações em que se sai da boxe e o volante fica sem FFB
  • Ignition - Para desligar o carro nas paragens nas boxes mais demoradas/ligar a ignição do carro
  • Starter - Ativar o motor de arranque do carro

Gostava de acrescentar também a configuração do menu que faz a gestão da paragem e mostra os vários dados do carro e dos timings, mas que não tenho o nome presente:
  • Troca de ecrã
  • Menu para cima
  • Menu para baixo
  • Menu incremento
  • Menu decremento
Por exemplo, no Assetto Corsa não precisei nunca de configurar nada para poder operar este menu, mas no rFactor 2 é necessário!

49
Tive mais dias de treino para esta prova, e estava qb confortável para tentar chegar ao fim.

18º na qualificação colado aos 1:59 mas consegui fazer poucas voltas infelizmente.

Vou para a grelha após o Warmup, bonito, o volante ficou sem FFB. Nem sabia que esta treta acontecia... não tinha tecla definida para fazer reset, claro está.  :unknw:

Tentei fazer a corrida, mas cedo apanhei o Carlos Barbosa espatifado e varreu-me a asa dianteira, reagindo de forma fraca porque sem FFB tentei não ser bruto no volante. Depois do castelo, a tentar ir às boxes, sem feedback no volante, não senti o carro. Estava a ir rapido de mais... espatifei-me e deixei o carro a arder. Ainda bem, espero que ainda esteja em chamas e que acabe numa pilha de cinza.

Frustrante treinar para nem conseguir fazer uma volta, com o FFB a desaparecer e ainda por cima com a chuva a animar a festa.

Por isso é que o rFactor 2 tem tantos botões... é para compensar os bugs desta treta. Sabia lá eu que convinha ter um botão de reset configurado  :diablo:

50
Bem,

Não trazendo expectativas porque a experiência no Simracing ainda é reduzida, ainda menos com rFactor 2 e Formulas, a coisa safou. E gostei muito da experiência pela semelhança de controlo dos Karts!

Treinos foram muito curtos (no dia de corrida e anterior). Apenas na qualificação consegui entrar nos 1:39.9, bem perto do Fernando Silva: o suficiente para não ser o pior dos últimos.

Em corrida previ usar Médios e Softs. Arranquei bem, consegui manter-me colado ao pelotão e conquistar alguns lugares com as confusões dos outros pilotos, mas um par de despistes meus umas voltas mais tarde fizeram-me perder esses mesmos lugares. A partir dai foi tentar levar os Médios o mais longe possível tentando manter as distâncias para quem vinha atrás. Após a troca para Softs, recebi um Stop & Go. Treta, lá fui às boxes com mais cautela fazer a penalização: 10 segundos... + 18 segundos de combustivel!! Não percebi de onde veio, visto ter feito a paragem antes e tinha configurado apenas uma... Tenho de testar este tema também para me ambientar à mecânica do jogo.

De Softs ainda consegui subir uma posição e acabei pelo 16º lugar, fruto das várias desistências.

Eu acabei com 3 voltas a menos, o que significa que tive uma boa dose de bandeiras azuis. O meu feedback é o seguinte:
  • Os espelhos não oferecem a maior das visibilidades e tendo em conta a diferença de andamento dos pilotos da frente, é incrivel como em 3/4 curvas não havia ninguém atrás e passa a haver. Temos de correr para a frente, não para trás
  • Falando por mim, tentei sempre facilitar a passagem em retas e não em cima das curvas (como é suposto ser), após a mostragem de bandeira azul pelo jogo, que indica que o piloto encontra-se na distância definida para a mostragem das mesmas. Assim sendo, e não sabendo se é o caso de todos o que se sentiram dificuldades a dobrar, não podem esperar que os pilotos rápidos venham a uns "10 carros" de distância e já a querer abertura
  • Sugiro que seja reportado ao CAI, como o Carlos Miranda relembrou. Eu pessoalmente gostaria de saber se houve alguma dobragem feita a mim, que não tenha sido do agradado do piloto que dobra

Vamos para o Bahrain, há de estar bem mais quentinho!

51
Bem, primeira corrida em rFactor 2 e com VR!

Ainda não tinha total conhecimento das mecânicas do jogo, mas um obrigado ao Paulo Sousa pelos esclarecimentos e apoio técnico!

Primeiro erro, também por falta de treino, foi não ter uma estratégia atempadamente definida. Faz todo o sentido considerar as várias hipoteses possiveis e ter os casos A, B, C, D, etc., definidos antes da corrida para não fazermos de piloto e engenheiro durante a mesma.

Q1 estava a melhorar os meus tempos, fruto também de ainda estar em processo de aprendizagem. Fiquei cá para o fundo.

Para a corrida não sabendo bem como os Hard se iam comportar (1º stint), fiz umas contas para 2 paragens e dividi o combustivel por 3. O arranque até tive suores frios. Estava à espera de uns semáforos à lá Assetto Corsa, e não os via. Não consegui engatar o carro em "N". Lá me consegui safar pelo barulho da corneta e arranquei na altura certa, ainda que lento, de 1ª com algum wheel spin. Sem incidentes, fui rodando, a meio da 1ª volta ia-me espetando no Vítor Costa porque me distrai com a travagem por estar a olhar para os espelhos. Fiquei com os pneus quadrados logo ali  :crazy:

A "estratégia" foi péssima, ainda tinha Hards para rolar, mas não tinha gota. Podia ter feito estratégia de 1 paragem para Medium...

A partir da 11ª volta comecei a ficar mal disposto... não foi enjoado, mas estava a suar muito, cheio de calor, e senti muito cansaço nos olhos e na cabeça. Fiz a pitstop na 13ª volta, de acordo com a estratégia, e aproveitar para respirar. Acho que nem fiz 1 volta completa... desisti quando rolava algures na 18ª posição.

Acho que x2 é o ideal para o que a PTSims pretendia deste campeonato, é isso que é preciso ter em conta: um campeonato à imagem da F1 mas mais fácil de pilotar. Para além das skills de condução, vão entrar as skills de planeamento dos pilotos e das equipas. Apesar da 1ª experiência que não foi até ao fim, gostei bastante e antecipa um belo campeonato!

A minha conclusão é: fazer testes com os 3 compostos, fazer os TPC e continuar a treinar com os VR mas não neste campeonato, pelo menos para já  :biggrin:

52
Hardware & Software / Re: Montagem de PC para Simracing
« on: January 02, 2019, 15: 58 »
Sinceramente, ir para a versão 9 da Intel não sei se justifica. A diferença de preço poderá justificar arranjar um versão 8 forte. Para 3 monitores, a gráfica vai ser importante, pelo menos se a pessoa não quiser ter tudo no minimo a nivel gráfico. Uma 1070 no minimo, mas justificava uma 1080 ou até mesmo uma das novas RTX que vão sair, da NVidia!

53
Hardware & Software / Re: O teu cockpit
« on: December 30, 2018, 18: 52 »
Dá uma olhada nestes: https://www.facebook.com/simrigportugal/

Podem levar suporte de monitor(es), teclado, rato e shifter. O banco compras o que quiseres!

Pelo preço, não podia estar mais satisfeito... 3x menos o preço do Simetik e bastante robusto.

54
titlerFactor 2 / Re: rFactor 2 - Updates
« on: December 21, 2018, 15: 55 »
GT Series 2019 em rFactor 2?

55
Conversa da Treta / Re: Lenovo VR
« on: December 13, 2018, 16: 07 »
Comprado! Depois do DTM, junto-me a ti Vasco, nos VR!

Sent from my POCOPHONE F1 using Tapatalk


56
Conversa da Treta / Re: Lenovo VR
« on: December 13, 2018, 14: 40 »
Pesquisa bem se é compatível com a steam... posso estar a dizer barbaridades, mas vê se é simples a sua utilização com a steam e se não é limitado aos jogos da store da lenovo (presumo que tenha uma tal como a oculus tem).

Estes oculos, entre outros, fazem parte da Windows Mixed Reality (WMR). O Steam agora suporta todos os dispositivos que sejam WMR: https://store.steampowered.com/app/719950/Windows_Mixed_Reality_for_SteamVR/

Existem algumas limitações, principalmente com os controlos de mão. Aquilo só funciona a 100% se tiverem no campo de visão salvo erro. Mas como o meu objectivo é literalmente só o Sim Racing...  :biggrin:

Ah, e estes WMR precisam de menos recursos, pelo menos gráficos, comparado aos Oculus Rift!

57
Report!

Antes de tudo, esclarecer a Codoil, principalmente a pessoa que é o Carlos Santos, que o cavalinho não foi cheats! Podia ter sido o "VTEC kicked in yo", mas foi mesmo o pino da T2 que eu atirei ali para a linha de corrida e apesar de o ter evitado a corrida toda, como ia atrás do Pedro Lopes, passei-lhe por cima. Borrei-me todo!  :crazy:

Mais uma vez só pude treinar a partir da segunda-feira e sem setups do SetupMarket para poder partir de uma base: havia 0 para o Merc. Agarrei no de Spa do meu colega André Silva e bora! (Obrigado Francisco!)

Treinos tranquilos, fui melhorando como de costume, sabia que conseguia entrar nos 1:57 com um depósito bem carregado mas não consegui, mais uma vez, encadear os meus melhores setores. Chegava a deitar 1 segundo ao lixo!

Qual mesma história, podia ter caido nos Top 20s, não consegui fazer uma boa volta por culpa própria.

Corrida:
Esta é que foi, sim senhor! Bom arranque, boas disputas ao atacar e ao defender! Em boa parte da corrida rodei dentro do Top 20 e só queria levar o carro ao fim. Os Softs aguentaram-se bem, e ao sair para o 2º Stint foi aproveitar os pneus para apanhar alguns postos mais acima. Uma disputa com o Sandro Simões, onde lhe dei um toque na última curva fez com que fizesse peão. Fiz a corrida com este peso na consciência, mas sendo que ele afinal estava a cumprir penalização e foi mais uma situação de confusão do que disputa, fiquei mais aliviado  :biggrin:

Estava no fim da corrida a rodar na 13ª posição, com o João Coutinho a ganhar-me tempo. Na última volta penso que estava a 2/2,5 segundos de mim, juntamente com o Sérgio Miranda. Também na última volta, confusão com o Leandro Mendonça (a ser dobrado) a entrar para a T1 e T2, onde não lhe correu bem e abrandou na linha de corrida, à saida da T2. Tive de segurar o carro e evitar bater-lhe, acabei por perder tempo para o Coutinho que colou. Na recta Mistral acabou mesmo por me passar. Na curva rápida perdi muito tempo para ele e nas duplas direitas tentei meter-me por dentro, que fiz com calma mas sabia que não ia conseguir muita coisa. A fazer o interior da 2ª dupla direita ( :lazy: ) perco a traseira do carro, e consequentemente o Sérgio passa-me... lá se foi o 2º lugar para a Rookies Cup  :( Acabei por me safar na situação, apenas perdi os 2 lugares tendo feito o 15º. Sabor agridoce, mas comigo acaba sempre por ser assim. Fica sempre aquela "amargura" por 2 lugares perdidos, mas esqueco-me de ficar satisfeito com os cerca de 10 lugares que ganhei, sendo que tenho estado a acabar para lá do 20º lugar (em média 25º  :biggrin:).

Vamos para a próxima!

58
Viva,

Não me vou aprofundar sobre os treinos e qualificação, apenas registar um obrigado ao meu parceiro André Silva que me ajudou a ficar bem próximo do segundo 19 com o setup dele.

O Warm-up foi bom, deixou-me confiante para a corrida, mas cauteloso com os possiveis toques.

A Corrida começou bem, ganhei boas posições e mantive-me bem colado aos adversários e sem toques ou erros. Ao chegar à ultima chicane, dou de caras com um autêntico Destruction Derby. Para ajudar à festa, ocorreu-me uma situação que ainda não consegui solucionar mas que para a próxima corrida vou ter de conseguir: o jogo faz-me um freeze de (penso eu) mais de 1 segundo assim que faço a curva antes da chicane, e já não tive tempo de reação.

Depois foi um salve-se quem puder para entrar logo nas boxes à bruta, que não ajudou na minha tentativa de continuar a corrida para perceber os danos.

O carro não curvava para um dos lados, em Eau Rouge acabei por levar penalização. Durante a volta a tentar levar o carro e a definir a pitstop para arranjar o carro (e pensar se metia gota ou pneus), entro na box e sou desqualificado. Esqueci-me de garantir que batia nos 35 km/h. Fui-me embora.

Antes de mais dizer o seguinte: isto não é o trabalho de ninguém, e não sendo profissão remunerada, é de agradecer mais uma vez à PTSims e seus elementos da organização por nos proporcionarem este campeonato. Puxo a expressão do Luis Carreiro "para quem dirige a orquesta e ao mesmo tempo toca nesta é complicado tomar decisões na hora", a qual concordo plenamente.

Peço que seja revista a situação que ocorreu e avaliado se realmente era caso para Bandeira Vermelha. Se era caso, penso que deveria haver mecanismos para o Diretor de Prova poder controlar um pouco melhor o que se passa em corrida. Nos Clios no Estoril houve bandeira vermelha num arranque, e ai acredito que tenha sido porque o Diretor de Prova conseguiu ver. Como aqui provavelmente não conseguiu ver, não houve bandeira. Das duas uma, ou o Zé passa a partir de último, ou então arranja-se um dos últimos para dar bandeiras!  :biggrin:

Eu não vou fazer nenhum tipo de queixa oficial porque, como digo, com o problema técnico que tive, fico sem razão (eventualmente teria conseguido abrandar e fintar a molhada). Fico apenas com uma frustração enorme de ter treinado, de não lutar pela minha Equipa, por não ter feito jus ao trabalho do André Silva e por não ter completado a corrida.

Parabéns aos vencedores e a todos os participantes!

[EDIT]
Alguém consegue partilhar o Replay por wetransfer? Gostava de rever a minha primeira volta!  :biggrin:

59
Bem, devo dizer que a única coisa que safa é ter sido um teste, e que a correr mal, que seja precisamente esta.

Treinei bastante em Barcelona, muitas voltas, considero que tinha uma noção de pista satisfatória.

No entanto não conseguir fazer nada do Mercedes-Benz AMG GT, principalmente com a pista com um nível de Grip diferente do servidor de testes, e a decidir correr de Médios à ultima. Se de Softs estava com grandes problemas de frente, com Médios...

Qualificação paupérrima, não consegui entrar sequer nos 1:46. Pensei: "bem, vou arrancar do fundo da tabela, vou evitar a molhada". E assim foi, arranque lento, evitei incidentes e subi praticamente 10 posições.

Depois foi a vergonha que foi. Pura e simplesmente não tinha andamento. Em média devia estar a levar uns 4 segundos por volta dos carros mais rapidos. Tive algumas disputas, das quais preferi desistir para não cometer um erro e estragar a corrida às pessoas. Não tive nem 1 despiste. Algumas falhas de travagem e tal, erros passíveis de acontecer, um toque à entrada da T4 no Luís Carreiro no Mercedes (salvo erro) onde o fiz despistar mas onde abrandei para lhe dar a posição quando se aproximou. O Luis despistou-se umas 3 vezes. Passou-me 3 vezes.

A 5 minutos do fim, fui guloso ao sair da T5 e rolei-me com a parede mas segui rapidamente em frente. Foi o unico despiste e no mesmo sou passado pelo Fábio, o que me relegou para a última posição dos pilotos que acabaram a prova.

Em tom de desabafo, estou frustrado comigo mesmo. Depois do 4º lugar na PTSims Academy 2018, pensei que fosse conseguir dar mais luta. A vontade estava cá. Eu pura e simplesmente não me consegui adaptar à condução do carro com o setup que tinha (que nas mãos do Rui Gonçalves fez cerca de -4 segundos do que eu fui capaz de fazer). Para Monza vou tentar sacrificar estabilidade para tentar ter uma frente mais incisiva (se for possível).

No entanto, comigo não há desistências. Em Monza a história terá de se inverter. Eu e o Mercedes-Benz vamos à luta.

Obrigado à Playteam pelo apoio nos formatos "Team leader", "Engenheiro de Serviço" e colegas de pista. Obrigado à organização pelo arranque da competição e que corra tudo bem!