Show Posts

This section allows you to view all posts made by this member. Note that you can only see posts made in areas you currently have access to.


Messages - Davide Cardoso

Pages: [1] 2
1
A Moonlight R.M. desvenda o véu dos seu dois Ferraris oficiais que vão estar presentes no "Americas GT1 Championship", trabalho do João Abrantes.

Equipa: Moonlight R.M.
Pilotos: #42 Artur Mesquita ; #63 Francisco Santos







2
GT Series 2020 / Re: GT Series 2020: P9 Round of Italy
« on: November 20, 2020, 23: 50 »
Boas pessoal, os meus parabéns ao João Cavaca pela vitória, ao David Santos e ao Paulo Fraga pelas medalhas de prata e bronze respetivamente, parabéns também ao resto do pelotão pelo espetáculo proporcionado nesta prova.

Após algumas sessões de treino durante o dia de ontem rapidamente me apercebi que iria estar altamente condicionado para a corrida, o audi não combina com monza (prova disso é o 1.º audi na grelha de partida na 13.º posição, e o 1.º na classificação final em 15.º) não tanto pelas retas e velocidade mas pela quantidade de kurbs a cada curva e chicane (a 1.ª vez que vi um Ferrari a fazer a “ascari” fiquei boquiaberto, aquilo no audi não passava da 1.ª curva sem fazer pião mas o mais certo era ir logo ao muro) somando a isso 60kg de lastro que me retirava velocidade,  tornava pesado nas travagens e lento nas mudanças de direção.

Tudo somado deu um 24.º lugar na grelha de partida (mesmo á frente do José Almeida que com 75kg de lastro também estava a sofrer do mesmo mal que eu, ironia do destino na semana passada acabamos seguidinhos 1.º e 2.º, esta semana começamos tmb seguidinhos 24.º e 25.º). :friends:

Dito isto, a corrida desenrolou-se como estava á espera, consegui evitar os contactos na primeira chicane, mas ainda na 1.ª volta cometi um erro na ascari que me atirou para os últimos lugares. Depois foi apanhar o ritmo certo no segundo 50, e ser o máximo de consistente. Paragem excelente nas boxes, fui escalando posições até terminar na 16.º posição.

Tive apenas uma luta interessante, os últimos 10/12min de corrida em que tive de suar para perder o menos tempo possível para o Carlos Barros que vinha super rápido atrás e a poucos segundos, apanhando me já na última volta que foi feita sempre a defender a cada curva dos ataques dele (sempre de forma exemplar :ok:) mas que no fim consegui segurar e sobreviver.

Abraços e vemos nos na Califórnia!




3
GT Series 2020 / Re: GT Series 2020: P8 Round of Germany
« on: November 15, 2020, 14: 21 »
Bom tarde pessoal, iantes de falar sobre a última prova, os meus parabéns ao José Almeida pela merecida vitória, ao André Torres pelo 3.º lugar, e parabéns também ao resto dos jogadores pelo espetáculo proporcionado nesta prova de sprint.

A minha qualificação não correu como estava á espera, sabia que tinha condições de chegar ao segundo 53 mas por incompetência minha aliada a outros fatores fora do meu controlo não consegui fazer melhor que 54 baixo, 4° lugar na grelha de partida.

Tive um bom arranque de corrida que me permitiu ultrapassar o David Santos e “roubar-lhe” o 3° lugar ainda antes das primeiras curvas, depois as voltas seguintes foram a forçar e pressionar o André Torres pelo 2° lugar que era dele. Comecei a aperceber me que ele estava a ter dificuldades com o carro em algumas curvas  e que se assim continuasse em breve iria ter a minha oportunidade de atacar, assim aconteceu na penúltima curva do setor 2, aproveitei e “apoderei-me” do 2° lugar.

Daí para a frente 2 objetivos: 1 - aproximar me do José Almeida (que seguia no 1° lugar) ; 2 - “cavar” um fosso para o André Torres de maneira a cimentar o 2° lugar.
Ora nas primeiras voltas até pensei que iria conseguir estes dois objetivos.. (pois estava a ganhar tempo ao José e ao msm tempo a afastar me do André) mas atempadamente e com toda a sua experiência o José apercebeu se da situação.. trocou o modo “cruise control” pelo “sport”, ajustou o retrovisor, agarrou o volante com as duas mãos.. e impôs um novo ritmo, sempre muito certinho e sem cometer erros. A partir daí a minha desejado aproximação ao José tornou se numa “miragem no deserto”, ainda pensei que com o desgaste dos pneus ele baixasse o ritmo e eu pudesse aproveitar mas infelizmente para mim isso nunca veio a acontecer.. em contrapartida a minha distância para o André Torres vinha a aumentar e pelo menos assim o objetivo 2° lugar estava praticamente assegurado.

Não houve muito mais de especial a acontecer até ao fim, acabei por cruzar a meta num excelente 2° lugar e primeiro podium no gtseries.

Abraços e até Monza! Ciao!

4
Boa tarde a todos, dar os parabéns ao Luis Branco pela vitória de ontem, ao André Torres e ao André Silva pelo restante podium.

Quero também dar os parabéns ao João Oliveira pela vitória no campeonato, que prova após prova esteve sempre a um nível estratosférico, msm com lastro o audi voava semana após semana. É certo que também nunca teve sobressaltos de maior importância, mas também é preciso saber fugir a eles, e ele soube sempre, alienando isso a um ritmo absurdo e também a sorte, porque não há campeões sem sorte. Parabéns João!  :drinks:

Quanto á minha experiência ontem, fiquei surpreendido pelo 3.º lugar na grelha de partida, cedo nos apercebemos que o bmw não combina muito com zandvoort ao contrário dos Porsche’s que simplesmente voavam, prova disso foi a diferença de quase 1 segundo para o 1.º.

A corrida começou, uma vez que os dois da frente não me estavam a atrasar o ritmo cumpri o DT na 3.ª volta para tentar ganhar uns segundos e evitar o máximo de trânsito. Saí em 19.º das pits, e fui recuperando posições até me colar ao Lino Carreira e ao João Oliveira. Nas primeiras curvas o Lino num movimento arrojado decidiu fazer “all in” ao João, este por sua vez percebeu o “bluff” e fechou a porta.. deu se um incidente entre os dois que me obrigou a travar a fundo e virar tudo para fora de pista para não me enfiar (salvo seja) para dentro deles. O Lino seguiu á vidinha dele, eu e o João ficamos ali virados do avesso, perdi cerca de 20 segundos entre manobras para re entrar em pista, e com isso caí para 21.º. Para o João acredito que no fundo tenha sido um pouco indiferente aquele incidente, uma vez que o único que lhe podia adiar a festa ontem estava ali tmb estendido no tapete, já  para mim foi um balde de água fria nas aspirações que por si só já eram muito ténues.

Enfim, dali para a frente a corrida foi tranquila, a tentar ir recuperando o máximo de posicoes, de maneira a poder somar o máximo de pontos, uma vez que está tudo em aberto para o 2.º e 3.º lugares da geral.

Abraço a todos e até Barcelona

5
Bom dia, agora que estou com a cabeça mais fria, queria dar os parabéns ao João Oliveira pela vitória, ao Daniel e ao Lino pelos restantes lugares do pódio e ás pessoas que compõem a organização (ptsims/777) por mais uma vez conseguirem dar resposta quando surgem imprevistos de última hora.

Para mim tanto a qualificação como a corrida foram uma m*rd*, um 4.º lugar que sabe a 36.º. Cabeça a ferver por tudo que se passou nas 1as voltas, carro repleto de danos que me mantinha muito lento sem capacidade de me aproximar dos da frente. Ao fim das primeiras curvas só me apetecia fazer o que fez o Miguel neto após um toque meu na traseira a meio do 1.º stint, fugir para as boxes a chorar e partir para o insulto no chat do jogo, esqueceu se foi do que me fez ainda nas 1as curvas em que por duas vezes seguidas me tocou sendo que a 2a me atirou mesmo para fora de pista, aí pelos vistos para ele tava tudo bem. De referir que o toque que lhe dei e que o fez ter aquela atitude não foi qualquer tipo de retaliação, até porque só após ver o replay é que descortinei que era o mesmo jogador que me tinha dado os toques nas 1as curvas.

Quanto á possível bandeira vermelha..  do meu ponto de vista é inacreditável não ter sido dada após as imagens que vi. Desde jogadores, a comentadores e youtubespetadores, todos (ou quase) tivemos a mesma opinião. Pelo que vejo nos comentários o DP continua a reiterar que tomou a decisão correta. Estamos a falar de um DP (em substituição do Francisco) que conta com centenas de provas como DP, provavelmente o mais experiente de todos, mas isso não significa que todas as suas decisões vão estar certas, quanto muito traduz se em experiência para evitar decisões erradas. talvez se fosse o Francisco (única e exclusivamente porque é ele responsável máximo deste campeonato desde o início e tem perfeita noção e experiência do que se tem passado mas provas anteriores) as coisas tivessem sido diferentes. Errar é humano, todos estamos sujeitos, que atire a 1a pedra quem nunca errou. No fundo todos estamos aqui por divertimento, um hobbie, ninguém é profissional do mundo das corridas nem muito menos pago para tal, pelo que para mim os erros vão ter semp desculpa aceite (vá salvo alguns excessos). Por isso e muito mais, obrigado José pela tua disponibilidade para substituires o Francisco como DP, ao Cavaca e ao Carlos por estarem na transmissão.



6
Daniel Vieira da moonlight dnd tmb não vai poder estar presente

7
E por fim temos esta auto estrada em spa. sinceramente não conhecia este traçado, já me tinham dito que ia ser dificil para os nossos carros mas depois de dar umas voltas e ver os tempos da malta.. "dificil" é ser meiguinho. é impossivel. 5/7 segundos por volta já tinhamos assistido, a partir do momento que dobrámos esse "gap" para 10/14 seg por volta.. meus caros, por favor. Não nos importamos nada de ser "carro vassoura" desde que seja por nossa incompetência, agora obrigarem-nos a ser "carro vassoura" isso não.
O campeonato está no fim e não vale a pena estar aqui a chatear-me mais com isto, mas por mim a moonlight ficava nas boxes nesta prova já que de um modo geral os Alpines não estão convidados para esta festa da velocidade com 4m15seg de pé a fundo no acelarador.



8
Boas, antes de me prolongar muito queria dar os parabéns ao Luís Carreiro pela vitória na corrida, ao Nuno Rodrigues e ao José Almeida pelas medalhas de prata e bronze, e congratular todos os restantes pilotos pelo espetáculo na corrida.

Kyalami, um circuito de velocidade com curvas rápidas e um par de curvas lentas.. esta não era definitivamente uma prova para fazer de Alpine muito menos com 60kg de lastro (referentes á última prova).

Por mais que conseguisse ser rápido no serpentear de curvas cá baixo, aquela longa reta para a meta (e ainda por cima em subida) atrasava-me imenso. Se abrisse o vidro e passasse a mão pela chapa do carro dava para senti-lo a suar volta após volta para conseguir atingir o topo da montanha e cruzar a linha de meta, até dava vontade de fazer a descida para a t1 em ponto morto de tão esganadinho que ele vinha. Mas não foi isso que fiz, o que fiz foi carregar ainda mais no acelerador para ver se atingia pelo menos os 200kmh antes de travar pá T1.

Resumidamente o tempo que marquei na qualificação foi dentro do esperado (1.37.5) e vendo os resultados do Cavaca e do Inácio (os outros 2 mais lastrados) deu para ver bem que o lastro fez se sentir bem mais nesta prova que em anteriores.

Para a corrida arranquei do 27.º lugar da grelha, aproveitando os deslizes da malta fiz duas grandes voltas iniciais chegando ao 17.º lugar.. o problema era que ainda faltavam 35min de corrida e volta após volta o pessoal de trás ganhava me tempo e assim fui perdendo posições até terminar no 21.º lugar (em foto finish com o Vasco Pereira que terminou em 20°).

O positivo desta prova é que deu para segurar o 5.º lugar para a moonlight na geral por equipas (graças ao desempenho do meu parceiro) e eu tmb consegui segurar o 8.º lugar na geral individual.


Abraço a todos, vemo-nos em Spa pá ultima prova!

9
Boas pessoal, primeiro de tudo dar os parabéns ao João Cavaca pela vitória, ao Daniel Inácio pela medalha de bronze, e ao pelotão pelo espetáculo neste circuito mítico.

Qualificação: Não correu como queria e esperava (que para meu espanto tem sido recorrente nas últimas provas, pois geralmente até me costumo dar bem nas qualificações) comecei com grande quebra de fps, sinto logo um desconforto e uma diferença brutal pois estava habituado ao treino com 60fps constantes.. para além disso na primeira volta limpa apanhei trânsito aqui e ali, mais uns drifts mal calculados deu-me um tempo 5seg mais lento que o meu PB.. ao fim dessa volta decidi sair do servidor e baixar umas definições gráficas.

Restavam cerca de 20m para terminar a qualy quando regressei ao servidor (já só dava para fazer mais uma volta limpa) nisto quando vou a passar a reta da meta para iniciar a última e única volta disponível para mim (faltavam cerca de 8m para terminar) vejo um carro a sair das boxes em direção á t1.. é pá.. para quê sair se já não podem marcar tempo? Querem treinar mais umas curvas ao menos esperem que a qualy acabe e saíem para o tempo que restar, mas pf não prejudiquem a malta que vem a começar uma volta.. posto isto umas curvas mais á frente invalidei a volta.

Corrida: Bom arranque, só é pena a reta ser tão grande! que fossem menos uns 100m segurava o 1.º lugar.. e com SUD de seguida aposto que só me voltavam a atacar na reta oposta á da meta, e se não me apanhassem aí então.. “até logo” vemo-nos na reta grande (talvez).

O que realmente aconteceu é que esses 100m estavam lá e o Cavaca la apareceu para recuperar o 1.º lugar que era seu por direito antes da T1.. depois SUD foi quase um “sofrimento” atrás do seu porsche e sem me poder distanciar do Carreiro.. que vinha logo atrás á espera da primeira reta pa soltar a fera do mustang e me passar. A partir daí soube que ia ser difícil ir mais além do que o 3.º lugar.. consegui terminar a 1.ª volta relativamente perto deles. A meio da 2.ª volta recebo indicação de bandeira amarela mais á frente na descida com um S rápido praticamente a fundo (não sei o nome) começo a fazer o S quando vejo o mustang do Carreiro às cambalhotas no ar.. menos mal que mesmo às cambalhotas estava a chegar se para o lado direito da pista e eu consegui passar em segurança pela esquerda mas sem antes me assustar e levar o pé ao travão. Subi ao 2.º lugar.

Neste momento o Cavaca estava cerca de 7/8seg á minha frente, não era fácil la chegar mas tmb não era impossível. Infelizmente para mim já no setor 3 tive um despiste que deitou por terra todas as minhas aspirações de me aproximar do Cavaca.. mas por outro lado o Daniel Inácio (que vinha em 3.º) teve um golfada de ar fresco com o meu despiste, pois aproximou-se rapidamente de mim e com a reta grande pela frente mais a da meta logo a seguir.. o alarme dentro do Alpine disparou a alto e bom som! só descansei quando fiz a T1 em direção a SUDs com o Daniel já quase colado á minha traseira.. mas para azar dele as retas tinham acabado ali e com SUDs pela frente consegui distanciar me dele.
 
Daqui foi levar o carro para mais duas voltas, o Cavaca longe na frente, o Inácio a distanciar-se para trás.. na última volta mais um despiste exatamente no mesmo sítio do da 2.ª volta.. mas desta vez a distância para o Inácio era maior que aquando da 2.ª volta e por isso não representou grande ameaça á medalha de prata.

Conclusão, excelente resultado, não estava nada á espera que o Alpine viesse a Nords dar cartas, foi uma surpresa no domingo comparar os tempos com a malta dos outros carros e isso fez me acreditar que era possível sair daqui com muitos pontos na carteira.

Abraço a todos e vemo-nos pá semana na África do Sul!



10
Boas pessoal, antes de mais parabéns a todos os participantes pelo espetáculo de ontem, parabéns ao meu parceiro Daniel Vieira pela vitória sem espinhas :victory: e parabéns ao João Cavaca que com excelentes tempos mostrou a todos como o Porsche podia ser competitivo neste circuito.

A qualificação: de início estávamos algo apreensivos com os tempos que o Cavaca poderia alcançar. na 1.ª parte da qualificação entrou o Daniel, bebeu meia lata de Red Bull e o resto espetou no depósito do Alpine que em duas voltas elevou a fasquia a um nível estratosferico (1.41.3) :dirol: não dando hipótese a ninguém de lhe roubar a pole. Depois entrei eu na 2.ª parte para segurar o 2.º lugar na grelha de partida, podia ter chegado tmb aos 1.41 na última volta mas apanhei trânsito na Marina e essa possibilidade esfumou-se..

A corrida: a estratégia passava por fazer uma 1.ª volta rápida e limpa, sempre com um olho na estrada e outro no retrovisor, conseguimos. A partir daí começamos a distanciar-nos do Cavaca volta após volta, até ao ponto de termos uma vantagem considerável e iniciarmos a gestão da corrida para minimizar erros. As dobragens começaram mais cedo do que esperávamos, mas não chegaram a causar qualquer problema tendo quase todos os pilotos facilitado as mesmas.
Foi uma corrida sem muita história, mas que fica pá história como a 1.ª dobradinha da nossa jovem equipa num campeonato da Ptsims. Que o futuro nos traga muitas destas! :acute:

Abraço a todos, vemo-nos em Feldbergring!




11
- Piloto(s) a ultrapassar: Davide Cardoso
- Piloto(s) ultrapassado(s): Manuel Alves
- Campeonato: Touring Car Series 2020
- Prova e corrida: Prova 5 - TCS Race of Portugal @Vila Real - Corrida 2
- Momento: Volta 11 - Chicane após reta de Mateus - T17(?)

Quem fez esta prova sabe da dificuldade que era não só a travagem para esta chicane mas também fazê-la sem levar cut.. quanto mais ultrapassar ;)


12
boas, é possivel criarem uma aba para transmissões?

13
Já está a dar, mexi na qualidade n sei como..  :unknw:

14
Boas pessoal, espetacular circuito para dar inicio a este troféu mas também para a estreia da Moonlight na RMHS.  :drinks:

Sem me querer alongar muito o meu tempo de qualificação foi dentro do que eu esperava, maior surpresa foi o 8º lugar na grelha de partida :pleasantry:

A corrida começou francamente mal.. meti-me numa trajetoria desfavoravel nas 1ªs curvas que me levou á perda de várias posições, depois na segunda volta um "soco" :punish: na lateral do carro perdi o controlo e desci ainda mais na tabela, para 24º se não estou em erro. apartir daí estabilizei fui ganhando posições aqui e ali até terminar num desapontante 18º lugar.
O melhor de tudo foram as "batalhas" volta após volta com o Mário Serafim (só nós precisavamos de uma transmissão dedicada  :good:) ás quais se vinham juntando aqui e ali outros pilotos como o Ruben Rocha que apesar de desrepeitar as bandeiras azuis foi contribuindo para a espetacularidade, o João Frade, entre outros que iam e vinham constantemente.

Parabéns a todos os participantes pelo espetáculo (devo dizer que vi a transmissao e a sensação que fiquei foi "já acabou??" estava a ser alta corrida!) Até pá semana!

Por fim deixo aqui uma imagem da "machadada" final do Alpine a poucas voltas do fim e que apartir daí não voltou a ceder posição até á bandeira de xadrez  :beach:




15
Boas, a qualificação deixou me bastante surpreendido. Tinha um bom andamento mas não era de longe o mais rápido, depois de ver vários pilotos durante a semana rodarem no 40 e 41 baixo não estava a acreditar no que estava a ver na tabela.. e assim lá apareceu o David Santos nos últimos momentos para me “roubar” a tão desejada 1.ª pole. Parabéns David.


A corrida.. logo a começar na t3 travei tarde e não o suficiente.. mandei me para cima do David, que apercebeu-se e travou a fundo para nao ficarmos logo ali estendidos.. esta estupida manobra minha fez com estendesse a passadeira para André passar pá liderança.. Daí fui atrás dele duas ou três voltas mas ainda tinha aquele momento com o David na cabeça e como o tinha prejudicado.. estava a desconcentrar me.. o preço disso veio na “banana” perdi o carro e fui embater no muro com algum damage.. caí para 6.º ou 7.º salvo erro, nas voltas seguintes senti que o carro não estava tao rápido como deveria, não conseguia fazer melhor que 42 alto pelo que tive de me contentar com gerir a corrida e esperar por erros..

a ida às boxes correu mal, para além de ser logo uma das primeiras, o cursor do rato não me aparecia no menu.. mexi, abanei, bati com ele quase até parti lo mas nada.. tive que ir opção a opção com o joystick do volante para selecionar o que queria.. mais uns 10 ou 15 seg perdidos..

Quando arranquei para o 2.º stint pensei que com aquele tempo extra perdido iria cair mais umas posições, mas assim que fechou o pit stop estava a rodar em 5.º para minha surpresa.. mas completamente isolado. O Luís que na altura rodava em 4.º estava 20seg á minha frente e um outro André que rodava em 6.º estava 10seg para trás.. foi um 2.º stint solitário sem erros de maior até penúltima ou última volta o Luis saltou para 3.º e o José para 4.º e por momentos comecei a ver a traseira do José e que tmb estava lento, não sei se teve um deslize ou estava sem combustível suficiente para a última volta mas já não deu tempo suficiente para me aproximar mais dele, ficando me assim pelo 5.º posto.

Parabéns ao pódio!

Até pá semana, vemo-nos em spa