Show Posts

This section allows you to view all posts made by this member. Note that you can only see posts made in areas you currently have access to.


Messages - Luís Branco

Pages: [1] 2 3 ... 218
1
Adoro a PTSims que o Filipe com a minha colaboração fundámos em 2007.

A PTSims pretendeu abrir e dar a conhecer a mais pessoas o simracing e a simulação em geral como centro de divulgação do que se relacionava com simulação para lá do simracing.
Foi na PTSims que o Arma, mas também a aviação, com o Lock On ou o FS, encontraram um espaço comum em Português.
A aviação não teve a expressão e a actividade que tem e mantém noutras comunidades, mas o Arma e o simracing perduraram.

Antes da PTSims estive vários anos noutras comunidades que ainda hoje existem e aí comecei a organizar os primeiros campeonatos de simracing.
Com o Marco Rosas criámos a GT Portugal. O Marco conseguiu um servidor dedicado e lá começámos a organizar campeonatos no nosso próprio servidor dedicado.
Organizámos os primeiros campeonatos de simracing: bskilled-GTR e Portugal Networks GTR. Os moldes desses campeonatos são aqueles que ainda hoje se mantêm e chegaram a ter mais de de 50 pilotos a correr em dois campeonatos organizados em simultâneo.
Estive ligado à organização de campeonatos desde cedo e ao longo dos anos lidei com inúmeras situações, pilotos e equipas.

Desde o início da PTSims e ao longo de mais de seis 6 fantásticos anos o Filipe e eu aqui tivémos uma presença diária e constante
O Filipe mais no forum, site, base de dados, alojamento e eu mais ligado à preparação e organização dos campeonatos, modding, servidor dedicado.
Anos que se juntar aos outros 3 ou 4 que vinham de trás é já muito tempo com uma presença contínua na organização de simracing e que implica um esforço constante de gestão de tempo.
Por essa razão a partir de 2012/2013 fomos passando a pasta a outros.

Umas coisas foram correndo bem, outras nem tanto assim devido à diferença de conceitos na forma como encarar a comunidade, as corridas, os campeonatos, o forum e o site. Site que já não está activo por diversas razões, a principal por ter sido uma porta de entrada para os hackers, que tiveram a PTSims como alvo de vários ataques. Tempos complicados que se conseguiram ultrapassar, mérito inteiramente do Filipe e do seu incansável trabalho.
O site e o forum sempre foram o menino dos olhos do Filipe onde passou horas, dias a fio e, ainda hoje, passados cerca de 3 anos de menor actividade do Filipe é ele ainda quem tem mais posts que qualquer outro na PTSims e o segundo com mais horas online, tal a dedicação à PTSims.

Ao longo de todo este tempo, antes e durante a PTSims, conheci bastante gente, muitos pessoalmente, participei num sem número de corridas e campeonatos, organizei e fui director de não sei quantas provas, fiz coisas boas, outras erradas mas sempre fui sincero, recto e frontal no que disse e como actuei.

A actual administração tem um conduta que é diferente da minha, não me tolera nem acha correcto que eu tenha a liberdade para expressar a minha opinião, seja na parte pública do forum, seja na parte privada. Consideram que os meus posts os fragilizam, os limitam, os condicionam e que perante qualquer situação, seja ela qual for, devo ser solidário mesmo que isso implique ser hipócrita, falso e negando as minhas convicções e opiniões.
Vão mais longe e utilizam o ultimato, afirmando que, em virtude do que escrevo, do que digo, só lhes resta uma opção que é abandonarem a administração e o staff da PTSims.

Na casa que ajudei a criar, que defendi acerrimamente em tantos momentos, que dediquei o meu tempo, que é uma minha paixão, a quem concedi o meu descanso e o meu dinheiro não tolero ser intimidado por quem quer que seja, não atrás de um teclado e menos ainda se o fizessem pessoalmente.
Não tenho qualquer interesse nem me sinto minimamente motivado ou tenho especial prazer em manter ligações com pessoas que pretendem condicionar a minha actuação, a minha expressão e que nem tão pouco têm a hombridade para fazerem o que afirmam ir fazer.

É assim que prefiro deixar-lhes a PTSims livre para poderem fazer o que querem, como querem, quando querem, sem terem quaisquer receios sobre o que possam virr a ser as minhas opiniões, para não os atrapalhar, que não serei eu a desculpa do que fazem ou deixam de fazer.
Pelo contrário, sem ameaças, sem ultimatos e sem ter que fazer quaisquer vãs pedidos retirei-me da PTSims, sem tão pouco os meus post, tópicos, mods, screens, vídeos e tudo o resto que fica na PTSims seja associado a mim enquanto administrador ou fundador da PTSims.
Não desejo nem quero qualquer título, qualquer reconhecimento, nunca foi isso que me motivou nos mais de 15 anos que estive ligado ao simracing.
O simracing e os carros sempre foram uma paixão e para mim isso foi bastante para continuar ligado a este mundo durante todos estes anos e por cá continuaria pelo menos mais outros tantos se algumas pessoas que estão não PTSims tivessem outra atitude.

Ao Filipe Galego, Nuno Basto, Pedro Silva, Ricardo Silva, Ed Penco, Bruno Costa, Hugo Carvalho, Isidro Magalhães, Carlos Delgado, Nuno Macedo, Pedro Mourão, Ricardo Martins e muitos, muitos outros um grande abraço que foi um prazer enorme partilharmos a PTSims ao longo destes anos.
Que todos façam da PTSims mais e melhor, façam grandes corridas e grandes campeonatos que bons simuladores é o que não falta por aí, independentemente daquele de que se gosta mais.
 
Vamo-nos encontrando por aí.

2
Informações Gerais e Notícias / Até sempre
« on: August 03, 2016, 02: 00 »
Tudo tem um princípio e um fim.
Hoje, dia 03/08/2016 (ainda agora começo, mas é para ser pela fresquinha  :biggrin:) terminou a minha passagem pela PTSims.
Por aqui andei durante mais de 9 anos e aqui fiz amigos e, pelo que vejo, alguns que nem por isso.
Para todos os que conheci aqui na PTSims e muitos que ainda bem antes disso um grande abraço e se e quando nos voltarmos a encontrar pessoalmente (que o mundo é um lugar bem pequeno  ;)) certamente teremos memórias para partilhar enquanto metemos a conversa em dia numa qualquer esplanada a saborear uma boa fresquinha.

Que tenham grandes corridas e que mantenham a paixão pelo simracing bem viva, o que também inclui as discussões acaloradas e por vezes até apimentadas.
Sem paixão não se é nada, mesmo que isso por vezes leve a exageros e a erros, por isso continuem aguerridos e apaixonados.

Um bem haja a todos!!

3
Então se ninguém tivesse protestado este caso tinha passado em branco como nas outras vezes... como se vai "evoluir" nessa matéria então!? Se o piloto que protesta sente-se prejudicado pelas razões que referi em cima então esse não tem direito de protestar porque o CAI não tem que andar a reboque dos pilotos!? Se o CAI não vê os cortes sucessivos feitos pela maioria em que TODOS foram avisados que caso se regista-se um abuso excessivo na T1, seriam fortemente penalizados. Se não existe ninguém a controlar, como iriam garantir que tal regra fosse cumprida?
Então pelo que percebo só se pode recorrer ao CAI com acidentes de corrida, resto que envolva regras (4 rodas fora do asfalto abusivo, ou divebombs, defesas ilegais) não se pode protestar porque está tudo nas regras..  :rtfm:

Por mim já virei a página, lá irei mais uma vez fazer uma "paragem sabática" em relação aos protestos.. já não fazia 1 há mais de 1 ano se não estou em erro porque tudo o que fazia era considerado "incidente de corrida".  :ok:
Se vir que o comportamento em pista não mude muito, resta poucas soluções..  :beach:

Esta situação ultrapassa-se da forma que a organização assim entender.

Na minha opinião, que pode não ser coincidente com a organização, trata-se de seguir alguns passos.
Primeiro, do lado de todos os pilotos, de acordo com o que está escrito no primeiro ponto das regras (A.1):"[...] assumem conhecer, aceitar e respeitar as presentes regras [...]", ou seja começa logo pelos próprios pilotos.

De seguida intervém a organização, que esclareço não é o CAI, porque essa é uma das componentes da organização mas não se resume a isso, que impõe o cumprimento das regras independentemente da vontade ou promoção das mesmas por parte dos pilotos. A actual organização tem a experiência, conhecimento e legitimidade para recorrer a diversas medidas que promovam o cumprimento das regras sem ter que esperar pelos pilotos.
No caso dos cortes pode passar por deixar a cargo do próprio simulador essa tarefa ou, se achar que o sim é demasiado permissivo, optar por controlar manualmente os cortes, seja para todas as curvas de todas as voltas seja apenas para as que considere serem críticas. Pessoalmente acho que será melhor deixar a cargo de cada sim essa tarefa, mas a organização terá a sua própria visão legítima de como endereçar esta questão.

Por último o CAI (Comissão de Análise de Incidentes) tem como função arbitrar e proferir uma decisão sobre as situações de incidentes que ocorram directamente entre pilotos, como de resto parece claro na redacção do capítulo das regras destinado à apresentação de protestos.

O fundamental é que em caso algum se dilua o espírito de camaradagem e divertimento que este hobbie nos proporciona o que se consegue, também, pelo lado da organização em manter séria a brincadeira.
As regras existem, estão escritas para serem respeitadas pelos pilotos e feitas cumprir pela organização.
Em última análise, pilotos e organização, devem procurar evitar situação de intransigência que levem a mau estar ou aborrecimento entre pilotos ou entre pilotos e organização.

No caso dos cortes o mais justo, porque toca a todos da mesma forma e não coloca a organização em situações que se precise de justificar porque faz assim agora e de maneira diferente depois, é deixar a cargo do simulador a indicação e penalização dos cortes.
Repara que no caso do AC já houve discussão porque o servidor tinha activo o sistema de cortes com queixas devido a, por exemplo, perder-se o controlo ao carro, perder-se tempo por isso e ainda levar com a penalização do AC por considerar um corte (entretanto o AC já melhorou mais ainda há espaço para melhorar mais). O que se pedia para o AC era que se desactivasse os cortes no servidor.
Pelos visto no RRE estamos perante precisamente o oposto: o RRE não sinaliza os cortes e pede-se que a organização penalize quando acontecem, o que, na minha perspectiva, obriga a que fossem visualizadas todas as voltas de todos os pilotos, com o óbvio atraso que tal provoca na comunicação das penalizações que sejam de aplicar.

Em último caso a organização tem a legitimidade, autoridade e mandato para quando concluída a visualização dos cortes de todos os pilotos rever a pontuação atribuída em cada corrida e reordenar as posições no campeonato em concordância. Certamente não é a forma mais expedita de tratar o problema mas não há dúvidas que será a mais justa para todos os pilotos, para além de passar a mensagem de que organização faz cumprir as regras independentemente da actuação do CAI que, repito, não entendo ser o orgão que deve tratar casos como este.

4
Dizendo da forma mais directa possível: sou absolutamente contra que casos idênticos a este apenas sejam penalizados por meio de protesto.

O CAI não é para ser utilizado pelos pilotos como meio de impôr as regras. A imposição das regras cabe à PTSims e não a pedido dos pilotos, para a situação A ou B, na corrida X ou Y, para fulano ou belcrano. A organização não deve andar a reboque do pilotos nesta matéria. Deve andar há frente dos pilotos e, sempre que possível, por antecipação.
O CAI deve ser utilizado para dirimir situações concretas entre pilotos, casos pontuais, analisados casuisticamente e em que ambos os intervenientes se viram directamente envolvidos.
Esta situação está longe disso, pelo que as penalizações que possam ser aplicadas devem ser desencadeadas directamente pela PTSims.
Quem diz este caso dos cortes, diz qualquer outro, como até já tem sucedido, em que não é preciso qualquer protesto para se fazer uma aplicação generalizada e equitativa das regras.

O que foi feito pelo José Luís Almeida torna claro que deveriam ter sido penalizados 21 dos 22 pilotos. O tipo de penalização aplicada caberia à PTSims decidir. Também torna claro que não são situações que devam ser tratadas pelo CAI, porque de facto não se está perante nenhuma situação que envolve directamente dois ou mais pilotos em que um é directamente prejudicado pela acção do outro. Neste caso o prejuízo é indirecto já que o piloto protestado e o que protesta não influenciam directamente a prestação um do outro, logo não há necessidade da intervenção da arbitragem, nomeadamente do CAI. Há, sim, a necessidade da intervenção da organização, que é muito mais que o CAI.

 

5
Creio que as regras da PTSims têm pontos que se podem aplicar sem necessidade de observações/interpretações especiais, mas tem outros que não podem nem devem ser tratadas de forma tão directa.

Por exemplo o ponto D.2.II, determina que um piloto com o carro danificado não deve lutar por posição e deve ceder passagem aos outros pilotos.
Imediatamente surge a questão sobre o que é ter o carro danificado, porque as regras não o especificam.

Pelo ponto A.VII.2, cabe ao Staff analisar casuisticamente a situação e aí determinar se o carro está danificado ao ponto de se aplicar o previsto no ponto D.2.II. No entanto os pilotos não têm forma de saber até que ponto o dano obriga ao cumprimento dessa regra, apenas o sabendo quando o Staff interpretar a sua aplicação para um determinado caso. Estamos aqui perante uma situação de tal forma subjectiva que a praticabilidade da sua aplicação é, no mínimo, complicada.
Pode-se argumentar que impera o bom senso para discernir até que ponto os danos podem vir a ser causa de acidente.
É evidente que a intenção da regra é que não existam carros em pista que, pelos danos que apresentam, causem grande dificuldade de controlo ao piloto ou que, por precaução, obrigam a que o piloto adopte um ritmo de tal forma lento face aos restantes carros que possa originar acidentes. O que deixa de ser evidente, por omissão, uma vez que não se estabeleceu a partir de quando o dano é tão grave que seja aplicável o previsto nas regras, é se numa situação concreta o acidente terá origem no dano ou em simples falha de condução.

A aplicação do ponto D.III.1, é aquele que está no momento a provocar diferendos.
A obrigação de ter sempre duas rodas dentro dos limites da pista, em última análise, poderia levar uma penalização por despiste ou perda de controlo do carro, quando, por esse motivo, o carro for para lá dos limites da pista. No entanto é também evidente que não é esse o sentido da regra, que pretende que os pilotos mantenham o carro dentro dos limites da pista em situação normal de corrida, i.e., em situações que não resultem de acidentes, despistes, perdas de controlo ou quaisquer outras que, pela visualização, se mostre que não resultem inequivocamente de uma acção intencional do piloto, entendendo-se por intencional aquelas em que o piloto mantenha o controlo do carro antes, durante e depois de sair dos limites da pista.
No entanto nem todas as pistas e nem todas as curvas são iguais. Se algumas há em que levar o carro para lá das limites da pista pode ser considerado um trajectória anormal outras existem em que acaba por ser natural essa trajectória.
Para evitar situações de dualidade de critérios, quer por pilotos que por staff, sou da opinião que cabe exclusivamente ao simulador utilizado a gestão de quando e onde existe uma saída de pista, através do sistema de penalização/aviso automático de corte de trajectória.

O CAI é por mim entendido com um sistema de arbitragem de conflitos entre pilotos, quando existam situações em que um determinado piloto considere que foi directamente prejudicado pela actuação de outro piloto e recorre ao CAI como forma de esclarecer e/ou ver sanado o prejuízo que sofreu em corrida.

Não me parece que remeter exclusivamente para os pilotos a promoção das regras e, consequentemente, para as decisões casuísticas do CAI de todas e quaisquer situações de corrida corresponde a aplicação mais saudável das regras.
Essa visão parece-me muito redutora da intervenção do staff e dos membros da organização que assim ficam verdadeiramente reféns da decisão dos pilotos sobre a aplicação ou não das regras, do momento em que as escolhem aplicar e para os casos que o pretendem fazer.
Tanto assim é que, neste caso da aplicação da regra do ponto D.III.1, mas que se aplicará a praticamente todos os outros pontos das regras, um qualquer piloto pode fazer um campeonato inteiro sem uma única penalização, se nunca for alvo de nenhum protesto, mas ofendendo as regras de forma sistemática, enquanto outro poderá ser repetidamente penalizado porque outro piloto entende apresentar um protesto sobre uma situação que, igualmente, viola as regras.
Institui-se assim um sistema de aplicação de penalizações baseado na simples delação, que está longe de ser um bom sistema de aplicação de regras e, menos ainda, um sistema de justa penalização.


6
Vou meter o bedelho para relembrar alguns dos que estão a postar que já houve muito mau estar há uns anos atrás resultante da aplicação de penalizações.
O saldo dessa situação resultou numa perda para a PTSims.
Não é nada bom estar a acontecer uma nova situação.
Isto é um hobbie que serve acima de tudo para a malta se divertir.
É apenas essa a razão que leva a malta a correr e a encontrar-se no forum.
Não vamos tornar as coisas tão sérias que o prato da balança pese mais para que o aborrecimento porque assim tira-se a graça toda a isto.
É certo que a brincadeira pode ser uma coisa séria, mas acima de tudo tem que ser divertida.
Há regras que devem ser cumpridas mas também há que saber fazê-las cumprir. Quando se extremam posições, não importa de que lado, o divertimento e o gosto vão-se por completo.
Não vamos começar uma caça às bruxas.

7
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 28, 2016, 10: 05 »
1.7.5
- fixed pit timing for BMW M3 GT2
- fixed encoding issues in some json files
- fixed Steam achievement "Vallelunga Instructors are giving you the thumb, well done!"
- fixed Steam achievement "You should be driving the real Formula Abarth! Poleman!"

8
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.8
« on: July 27, 2016, 20: 12 »
FPS: frames per second
FT: time for each frame to be rendered (in millisecods)
CPU: value is for the graphics thread. It shows the relationship between the time spent in the application (CPU) and the time spent to complete a frame (FRAME TIME). Values of CPU near 100% indicate a CPU-bound system graphically. Example: if a frame took 16ms to complete and CPU is 50% it means that AC was able to prepare the frame in 8ms and the GPU took 16ms to render it. (GPU bound).. if CPU is 100% then it took the CPU 16ms to prepare the frame and the GPU is probably capable to go faster (CPU bound).
DIP: number of draw calls
TRI: total number of triangles
B.SIZE: average size of each drawcall
SCENE: triangle on scene (after culling)
PHY: is relative to the physics thread, values above 100% indicates that the system is not able to calculate the physics in time (3ms per step) and that the game is now running slower than realtime (slowmo). Practically means there are too many AI and the CPU is not able to handle it.

9
titleAssetto Corsa / Assetto Corsa Update V1.8
« on: July 27, 2016, 00: 44 »

10
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 24, 2016, 07: 11 »
Já agora, a Kunos já está a adiantar o BMW M6 GT3 para ser lançado dentro de algum tempo, possivelmente entre a data de lançamento da consola e o primeiro Porsche DLC.

11
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 24, 2016, 07: 07 »
O ffb está directamente ligado às fisicas. O que o setting faz é que bloqueia uma em casa duas actualizações das fisicas que chegam ao volante. Eu também noto bem a diferença entre estar a 1 ou a 0. Não tenho dúvidas que se as fisicas passarem para 500hz e não havendo limitação do lado do volante,  o ffb também sai a ganhar.

12
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 22, 2016, 18: 43 »
Deves estar a falar do FF_SKIP_STEPS, mas isso não é por causa das físicas ou do CPU, é por causa do ffb, por haver volantes que só funcionam a 150hz (buffer)
Quando o FF_SKIP_STEPS=1, as físicas mantêm a taxa de 333hz mas o ffb actualiza a metade, aproximadamente a 150hz.
Se de facto as físicas vierem para 500hz possivelmente haverá mais uma opção em termos de ffb, para continuar a acomodar os volantes de 150hz (digo eu)
Talvez deva ser possível ter FF_SKIP_STEPS=2 (default=125hz), 1 (250hz) e a 0 (500hz)

13
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 22, 2016, 17: 01 »
Talvez porque no AC a IA utiliza as mesmas físicas do nosso carro?
Talvez porque o nível de simulação no AC e no NFS sejam bastante diferentes?
É que uma coisa é ter 24 carros com as físicas mais densas a serem actualizadas 500x por segundo (mais ocupação do CPU) e outra é ter só 1, o nosso e usar até 16 carros IA, com um sistema de físicas bem mais simplificado (NFS).
Segundo a Kunos o desafio é as físicas terem um acréscimo de cálculo de 50% para o mesmo espaço de tempo (333hz vs 500hz) e ainda assim poderem ser feitas corridas com 24 carros em pista sem avisos de utilização de CPU>99%.

Os requisitos mínimos para o AC são idênticos ao NFS e um tem físicas que exigem mais CPU então alguma coisa tem que ceder e, até agora, tem sido a velocidade de actualização das mesmas

Assetto Corsa
OS: Windows Vista SP2, 7, 8, 8.1, 10
Processor: AMD Athlon X2 2.8 GHZ, Intel Core 2 Duo 2.4 GHZ
Memory: 2 GB RAM
Graphics: DirectX 10.1 (AMD Radeon HD 6450, Nvidia GeForce GTX 460)
DirectX: Version 11
Network: Broadband Internet connection
Hard Drive: 15 GB available space
Sound Card: Integrated

Shift 2 Unleashed:
OS: Windows XP (SP3), Vista (SP2), Windows 7
CPU: Intel Core 2 Duo 2,0 GHz/AMD Athlon X2 64 2,4 GHz
Memory: 2 GB or more
Graphics: DirectX 9.0c compliant 512 MB-graphic card with Shader Model 3.0 or higher
Sound Card: DirectX 9.0c compliant sound card
HDD: 7.0 GB

14
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 21, 2016, 21: 03 »
Para a v1.8 a maior diferença será as físicas que vão tentar passar de 333hz para 500hz, limitação resultante apenas dos requisitos mínimos para correr o AC.
Desde que um PC com os requisitos mínimos consiga correr com os 24 carros a 500hz a alteração vai ser feita.
O 1.8 sairá por altura da data de lançamento do AC para as consolas (finais de Agosto).
Nas consolas o AC estará com o equivalente à v1.5

15
titleAssetto Corsa / Re: Assetto Corsa Update V1.7
« on: July 21, 2016, 12: 39 »
1.7.4
- Fixed GRAPHICS_PITCH_ROTATION
- Fixed AI sometimes pitting at the last lap
- Heave springs are now using rod length from suspension if not in monoshock mode
- Improved AI at race starts
- Levante rim size fixed
- Huracan GT3 and ST pit light fixed
- now acServerManager manages drs_zones.ini files
- Removed dedicated VR driver eyes positions
- Fixed F138 and SF15-T wrong range of damper values in setup screen
- Fixed F138 and SF15-T main body angle of attack viualizzation in WINGS app (no differences in aero performance)
- Improved ERS for McLaren P1, now with 2 profiles, race and charging.
- Nissan GT-R Nismo now uses automatic clutch
- Fixed tyre smoke remaining visible after remote car disconnected
- DRS now automatically closes when outside of DRS zone

Pages: [1] 2 3 ... 218