Author Topic: Dicas para corridas Multiclasse  (Read 207 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline José Almeida

  • Administrador
  • Lenda
  • *****
  • Posts: 3743
  • Liked: 979
  • Reputação: 10
    • View Profile
  • Simulation Hardware: Logitech G27
Dicas para corridas Multiclasse
« on: February 11, 2018, 14: 01 »
Uma vez que neste evento vamos ter duas classes em pista com andamentos distintos (GT3 e GT4), isso significa que todos os pilotos vão estar envolvidos em dobragens a maior parte do tempo. Portanto, seguem abaixo algumas recomendações relativas às dobragens que todos os participantes no evento devem ler. Antes de mais, e para os que não estão habituados aos termos, eis uma pequena explicação:

• Dobragem: quando um piloto efetua uma ultrapassagem a outro, ultrapassagem essa que o coloca uma ou mais voltas à frente do piloto ultrapassado
• Dobrar: o ato de ultrapassar um piloto e ficar uma ou mais voltas à sua frente
• Ser dobrado: o ato de ser ultrapassado por um piloto e ficar uma ou mais voltas atrás de si

A primeira coisa a ter em conta é o conhecimento que cada piloto têm do circuito e do seu carro. Para tal, é vital TREINAR antes das corridas. Quando se conhece bem um circuito, sabe-se quais são os locais mais indicados para efetuar dobragens e, do mesmo modo, quando se conhece bem o carro, torna-se mais fácil pilotar nos limites do mesmo e saber que reações esperar. Os pilotos mais rápidos neste evento são os GT3, pelo que é sobre os pilotos desta categoria que recai a maior fatia de responsabilidade durante as dobragens. Para facilitar a tarefa, os GT3 devem circular sempre com as luzes ligadas, de forma a facilitar a sua visibilidade em aproximação aos GT4.

Os carros mais rápidos (GT3) devem, portanto, tomar as devidas precauções para efetuarem dobragens seguras aos carros mais lentos (GT4). É aconselhável que os pilotos mais rápidos mostrem as suas intenções de dobrar o mais rápido possível ao escolherem uma trajetória e ao manterem-se nela, para assim o piloto mais lento saber de que lado se vai proceder a dobragem. Os pilotos mais lentos devem cooperar com estas manobras e não devem bloquear carros mais rápidos desnecessariamente. Recomenda-se que os carros mais lentos mantenham a sua trajetória de corrida normal e se abstenham de manobras inesperadas, tais como mudanças repentinas de trajetória, travagens antecipadas, etc. Os pilotos mais lentos não são obrigados a ceder imediatamente a passagem ao carro mais rápido - devem fazê-lo quando for apropriado e quando as condições da pista o permitirem.

1. A maneira mais fácil e segura de efetuar dobragens é numa reta. Basta aguardar que o GT4 escolha a trajetória e, uma vez que esse piloto escolha a sua trajetória, o GT3 deve escolher a trajetória oposta e efetuar a dobragem. Ao carro mais lento pede-se apenas que não altere a sua trajetória assim que a tenha escolhido.

2. Para dobragens em curva, aplicam-se basicamente as mesmas regras, embora nem todas as curvas permitam dobragens. Em caso de dúvida, o GT3 tem de aguardar por um local mais apropriado. Tendo como ponto de partida que o GT4 vai escolher uma trajetória para a curva, cabe ao GT3 fazer a ultrapassagem de forma segura por outra trajetória que não comprometa o GT4. Fazer "dive-bombs" nos ápexes da curva é absolutamente proibido.

3. Há situações que requerem um pouco mais de paciência. Quando um GT3 se deparar com dois ou mais GT4 em disputa direta por posição, o GT3 não pode forçar a ultrapassagem, mesmo que isso implique perda de tempo. Do mesmo modo, se um GT4 se deparar com dois ou mais GT4 em disputa direta por posição, deve fazer o possível para simplificar a dobragem a ambos.

4. Quando a dobragem ocorre entre carros da mesma classe, as regras normais aplicam-se. O carro que está a ser dobrado deve facilitar a ultrapassagem ao carro que o está a dobrar e fazê-lo o mais rapidamente possível assim que as condições para tal o permitirem.

Por fim, é necessário reiterar que nenhuma classe é superior à outra em pista. Os mesmos direitos e deveres aplicam-se a todas as classes, e todos os pilotos têm direito a ser respeitados pelos restantes, independentemente do carro que estejam a pilotar.