Author Topic: SITOP #024 - 12 de Junho - JORNAL CORREIO DA MANHÃ  (Read 498 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline Nuno Rodrigues

  • Team Manager
  • Veterano
  • ***
  • Posts: 1661
  • Liked: 527
    • View Profile
SITOP #024 - 12 de Junho - JORNAL CORREIO DA MANHÃ
« on: June 12, 2016, 17: 54 »
   --------------- vide Jornal Correio da Manhã a ser enviado por RuiSledge -----------------

CORREIO DA MANHÃ - Edição 12 de Junho 2016


Entretanto e com o nascer do dia (a missão terá terminado já noite dentro com o rápido e eficaz retirar das tropas portuguesas do teatro de operações), viu-se surgir a informação de que o General Bilak Salal seria um desertor e teria movimentado toda uma máquina de contra-informação para criar o cenário perfeito e orquestrar a sua retirada para o lado luso.
Rumores indiciam que já anteriormente o General teria manifestado junto dos que lhe são próximos, o seu desacordo com o grupo de milícias yemanitas não se revendo nas suas politicas de terror e assassínio da população residente.
Contudo nada disto foi provado até ao momento e com a sua morte poderá nunca mais ser.
O CM confrontou o Alto-comissário do Exército Português para saber se iria ser aberto um inquérito para apurar as causas da morte, mas até ao fecho desta edição não obteve resposta...
“Aquilo que era para ser uma missão especial de carácter extremamente importante, acabou por redondar num enorme fracasso". Estas foram as palavras recolhidas pelo enviado especial do CM que assegura a cobertura noticiosa do desenrolar dos acontecimentos militares portugueses no Yemen.
Com efeito, a comitiva lusa tinha por objectivo resgatar o General yemanita Bilak Salal, com vida, mas este acabou por ser abatido no terreno. A missão levada a cabo e liderada pelo Comando Geral do Exército Português pretendia aproveitar-se de uma das raras aparições públicas de Bilak Salal, por ocasião de uma sua visita aos campos-escola de formação de milícias yemanitas.
A localização destes campos foi uma descoberta preciosíssima mas que acabou por não ser aproveitada pelo Exército Luso, que vê escapar-se das suas mãos, aquilo que poderia ser uma enorme “arma” para o sucesso de toda a operação militar no Yemen. “Tudo correu como estava planeado” – assegura fonte próxima do Comando Geral do Exército Português, “as ordens foram claras e executadas com precisão pelos membros no terreno. Era um trabalho de entra-adquire-sai e pouco faltou para o sucesso ao que o grupo infiltrado ainda chegou ao General mas este já não apresentava sinais de vida”
O Alto Comissário para a Comunicação do Exército Português emitiu já um comunicado onde fez saber que todo o trabalho desenvolvido no terreno pelos experientes e altamente qualificados militares portugueses não deixou de ser altamente dignificante para a nossa Pátria e que apesar de levantar maiores dificuldades, a falha não deixará de fazer com que o sucesso na Campanha seja um dado adquirido.
« Last Edit: June 13, 2016, 18: 00 by Nuno Basto »

Offline Nuno Basto

  • TheBigOne014
  • ArmA Staff
  • Lenda
  • ****
  • Posts: 14240
  • Liked: 503
  • Twitter - @TheBigOne014 | Twitch - TheBigOne_014
    • View Profile
  • Simulation Hardware: MOMO RACING RULES!!!!!
Re: SITOP #024 - 12 de Junho - JORNAL CORREIO DA MANHÃ
« Reply #1 on: June 13, 2016, 18: 01 »
Noticia no CM!